Mostrando postagens com marcador Noticias 2° Edição. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Noticias 2° Edição. Mostrar todas as postagens

Alunos participam de gincana alusiva à Semana do Meio Ambiente


A Gincana da Semana do Meio Ambiente mobilizou e integrou alunos e professores do Remadas Solidárias nos dias 18, 19 e 20 de maio de 2017. O cuidado ambiental é um dos temas de relevância no projeto e, pensando na importância da Semana do Meio Ambiente, os monitores desenvolveram, com as crianças e jovens do projeto, várias atividades alusivas à data. 

Os alunos foram divididos em equipes e realizaram uma série de tarefas. Entre elas, recolheram resíduos no entorno da represa, construíram maquetes, brinquedos e objetos, reciclando o lixo encontrado, participaram de um jogo de perguntas e respostas e elaboraram a composição de jingles.
"Como estamos nessa área que tem bastante verde, é muito importante fazer esse tipo de atividade, para trabalhar com as crianças e os jovens as questões de conscientização ambiental e estimular a socialização entre os grupos. Queremos que eles utilizem os ensinamentos não só aqui no Remadas, mas que levem isso para vida”, destaca a professora Renata Santini.

A aluna Júlia de Oliveira, 13 anos, conta que gostou de participar da gincana: “Eu achei legal poder trabalhar com essas atividades envolvendo o meio ambiente. Gostei de recolher o lixo, porque assim a gente contribui para deixar o mundo mais limpo e também ter um ar puro para respirar”, disse.

Diogo Rigon, 12, está no Remadas há dois anos e destaca a integração entre os colegas: “Eu achei a atividade inovadora e divertida. A parte que eu mais gostei foi de criar a maquete, porque todo mundo se reuniu e se ajudou”, comentou. 


 Fotos:  professor Willian Brandão



Atividades da semana: remada contínua e gincana compõem a programação

Nesta semana, duas atividades importantes estão programadas para os alunos do Remadas: a primeira envolve a técnica da remada contínua, com a finalidade de corrigir e aprimorar os movimentos; a segunda, consiste em uma junção entre a parte pedagógica e a técnica. As turmas vão formar equipes para participar de uma gincana do meio ambiente.



Programação

Segunda, terça e quarta (15.05, 16.05 e 17.05)- técnica da remada contínua – praticar a remada em longa distância, aprimorando o gestual técnico e o condicionamento físico.

Quinta, sexta e sábado (18.05, 19.05 e 20.05): gincana do meio ambiente –  realizar atividades em equipe, envolvendo o tema “consciência ambiental”, reforçando a importância de preservar o meio ambiente. Os alunos vão recolher o lixo no entorno da represa, alguns pelas margens, e outros, de caiaque, dentro da represa.

Foto: Vanessa Pedroso

Alunos realizam atividade para aprimorar remada contínua


No Remadas Solidárias, os alunos que se encontram em estágio mais avançado, participam de atividades que aprimoram a remada contínua. Foi assim na sexta-feira (12.05), com a turma da tarde. As crianças e jovens participaram da atividade Trajeto na Represa. Segundo o professor Willian Brandão, o exercício permitiu avaliar a coordenação motora, o equílibro e a resistência.

A atividade consiste em percorrer o caminho até o outro lado da represa, e retornar para entregar o caiaque a um colega. Sempre monitorados pelos professores, mais de 30 alunos executaram dois trajetos: um teve saída do trapiche até a cachoeira, da cachoeira até o paredão e retorno até o trapiche; o outro percurso teve saída do trapiche até a cachoeira, largada da cachoeira até a ilha e retorno até o trapiche. No segundo trajeto, os alunos realizaram uma volta de cerca de 700 metros.

Já os alunos iniciantes no Projeto Remadas Solidárias realizaram atividades na piscina.


Fotos: Vanessa Pedroso

Alunos do Projeto Formare visitam hangar do Remadas Solidárias e participam de atividades



Os professores do Remadas Solidárias receberam na tarde desta terça-feira (09.05), um grupo de alunos e professores do projeto Formare da Eaton, empresa que também é patrocinadora do Remadas. Eles conheceram os espaços e equipamentos utilizados no hangar e orientados pelos profissionais, se divertiram com uma prática de bote.

O professor do Remadas, Edelvan Borelli, explica a dinâmica aplicada: “Nós desenvolvemos atividades que destacam a importância do trabalho em equipe e também demonstram o papel da liderança e as dificuldades que se apresentam. É necessário técnica, concentração e coleguismo. Esse é o papel da liderança".

A coordenadora do Formare, Viviane Franzoi, conta que a Eaton patrocina o Remadas Solidárias há dois anos e comenta sobre a experiência: “Foi um momento sensacional, uma experiência única. É bom oferecer estas atividades educativas para os jovens no turno contrário ao da escola. Nós propiciamos isso para os alunos do Formare, da mesma maneira que o Remadas proporciona para várias crianças e adolescentes. É a primeira vez que nós trazemos o Formare aqui. Foi muito bom ver todo mundo engajado, remando junto, trabalhando em parceria”, destaca.



As alunas Fabiana Amaral da Silva, 17, e Milena Oliveira, 16, comentam sobre a emoção ao realizar a atividade: “Achei muito legal, muito emocionante. Praticar uma atividade na água dá uma sensação muito boa”, disse Fabiana. “As explicações foram muito boas. Nós pegamos o ritmo e pudemos perceber a importância de trabalhar em equipe, ter confiança um no outro”, reforçou Milena.


Conheça o projeto Formare da Eaton
O Formare atende jovens com idade entre 16 e 18 anos, com uma proposta de educação profissional, por meio da ação voluntária de colaboradores de empresas de médio e grande porte. O projeto conta com dois modelos de atuação: Social e Aprendiz.

As informações completas sobre a proposta podem ser conferidas AQUI 



Fotos: Vanessa Pedroso


Atividades da semana: turmas do Remadas vão trabalhar técnica de canoa



Para os três primeiros dias desta semana, até quarta-feira (10/05), os professores do Remadas Solidárias programaram atividades para aprimorar a técnica da canoa, com o objetivo de melhorar o deslocamento durante a remada. A dinâmica vai funcionar da seguinte maneira: os professores vão dividir os alunos em dois grupos, A e B. Enquanto um grupo realiza exercícios sobre a temática, o outro percorre o trajeto de 600 metros. A expectativa é que cada aluno faça o percurso pelo menos duas vezes.



Alunos aperfeiçoam a técnica com trabalho em equipe



Aperfeiçoamento técnico e diversão combinam muito na dinâmica desenvolvida no Remadas Solidárias. Nesta sexta-feira (05/05/2107), os alunos aproveitaram a tarde ensolarada e realizaram atividade na represa.



O jogo escolhido pelos professores foi o basquete aquático: “Com o basquete a gente consegue observar questões como equilíbrio, coordenação, velocidade, domínio da embarcação, e principalmente, o espírito de equipe”, reforça o professor Evandro Pomina.  Todos os alunos tiveram a oportunidade brincar e aprender com o exercício.




Fotos:  Vanessa Pedroso

Fotos do mês de abril de 2017

Aulas técnicas e atividades pedagógicas

O mês de abril já passou, mas as lembranças boas permanecem. As turmas do Remadas aproveitaram aulas de atividades técnicas e pedagógicas. Passaram por momentos de avaliação e também de integração.



Confira as fotos do mês de abril:

Aula 05.04.2017 -  Pós-avaliação Sistemática  

Aula dia 08.04.2017 – Festa da Família no SESI

Aula dia 25.04.2017 - Palestra e filme - conscientização ambiental 

Atividades da semana: mês de maio começa com práticas de revezamento e aperfeiçoamento de remada


Após o feriado de segunda-feira (01.05), o Remadas Solidárias inicia na terça (02.05) a programação do mês de maio. As turmas vão trabalhar com atividades de revezamento de canoa e caiaque e também com exercícios de aperfeiçoamento de remada contínua.

Acompanhe o cronograma:

Segunda-feira  (01.05) - Dia do Trabalhador - feriado

Terça-feira e quarta (02.05 e 03.05) – Revezamento de canoa e caiaque: o objetivo é desempenhar as técnicas da canoa e caiaque, visando melhorar o deslocamento durante a remada.

Quinta-feira, sexta e sábado (04.05, 05.05 e 06.05) – Remada contínua: a proposta é que os alunos pratiquem a remada em longa distância, com o intuito de aprimorar o gestual técnico e condicionamento físico.


Foto: Vanessa Pedroso

27.04.2017 - Sabe Caxias - online

A participação de atletas de Caxias do Sul no Sul-Americano de Canoagem Velocidade em Paipa, na Colômbia, também foi destaque no "Sabe Caxias" online, de Caxias do Sul, no dia 27 de abril de 2017.  As canoístas Débora Garcia e Isadora Ribeiro são oriundas do Projeto Remadas Solidárias.




Caxienses são destaque no Sul-Americano de Canoagem na Colômbia


Isadora da Rosa Ribeiro, Débora Coelho Garcia, Sílvia Letícia Portella e Marcos Scolaro competiram com atletas de seis países

Quatro medalhas de ouro, três de prata e quatro de bronze. Esta é a soma das medalhas conquistadas pelos atletas caxienses  que representaram o Brasil no Sul-americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, na cidade de Paipa – Colômbia. Eles integraram uma delegação de 26 canoístas, sob o comando do técnico Rui Fernandes, e disputaram com adversários do Equador, Argentina, Uruguai, Venezuela, Chile e Colômbia.

Pela categoria júnior-feminino, Isadora da Rosa Ribeiro, 17 anos, Débora Coelho Garcia, 14, e Sílvia Letícia Portella, 15, alcançaram a terceira colocação em quatro provas. As atletas Isadora e Débora são oriundas do Projeto Remadas Solidárias. Elas participaram da primeira edição do projeto, realizada entre os anos de 2011 e 2013.

Débora ressalta sobre o significado da disputa: “Essa experiência serviu para dar mais incentivo, para buscar ser melhor e ter mais garra”. Isadora comenta sobre o nível da competição: “Foi muito bom! Competimos em um país diferente, com atletas diferentes e pudemos observar o nível técnico que diferencia um país do outro. Serve de incentivo para buscar treinar mais, melhorar”, finaliza.

“Competir no Sul-americano foi bom para adquirir experiência, pois disputei com pessoas que estão acima da minha categoria. É algo que vai ajudar nas próximas competições”, relata Sílvia, que iniciou na canoagem no Programa Caxias Navegar. Nas provas de K4, as meninas contaram com o reforço da jovem Emilly Schellworth, 17, destaque da cidade de Cascavel (PR).

Pela categoria júnior-masculino, Marcos Scolaro, 18, fala sobre a realização do sonho e a expectativa para os próximos desafios: “Eu comecei no Programa Caxias Navegar e via a equipe caxiense treinando. Representar a Seleção Brasileira é um sonho realizado. O Sul-americano foi uma experiência boa, por eu ter conseguido alcançar a maior parte dos objetivos e ter trazido pra casa um bom número de medalhas. A expectativa agora é passar na seletiva e participar do Mundial-Júnior de Canoagem”.

Os quatro atletas integram a equipe UCS/Prefeitura de Caxias do Sul. As meninas treinam em Caxias do Sul, junto ao complexo esportivo do SESI, no bairro Fátima. Marcos, há três anos treina em Curitiba (PR), com a seleção brasileira de canoagem velocidade.


A competição ocorreu entre 19 e 23 de abril. Confira a classificação dos caxienses:

Categoria Júnior-Feminino – Medalha de bronze
3º Lugar  K2 200m - Silvia e Isadora
3º Lugar  nas provas  K4 1000m, K4 500m e K4 200m - Silvia, Isadora, Débora e Emilly

Categoria Júnior-Masculino - Marcos Scolaro – Medalhas de ouro e prata
1º Lugar nas provas  K4 1000m, K4 500m, K1 200m, e K2 200m
2º Lugar nas provas  K2 500m, K4 200m e K1 maratona

O Brasil foi campeão sul-americano. A equipe brasileira conquistou 54 medalhas no total, sendo 32 de ouro.
Saiba mais sobre a participação da seleção brasileira AQUI.

Foto: Vanessa Pedroso

Alunos assistem palestra e filme sobre conscientização ambiental


A chuva desta terça-feira (25.04) adiou as atividades na represa, mas como todo dia é uma oportunidade de aprender um pouco mais, os alunos do projeto Remadas Solidárias não perderam tempo. Eles assistiram a uma palestra sobre a importância de separar o lixo e também de fazer o descarte de maneira correta.



A ação foi promovida pelo SESI e ministrada pela engenheira Química da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (CODECA), Cátia Eliane da Silva. Para reforçar a temática, os alunos acompanharam um filme sobre os cuidados fundamentais para preservar a natureza.



As ações da CODECA podem ser visualizadas no site.

Veja alguns motivos para reciclar o lixo:

- Diminui o volume de lixo jogado no aterro sanitário (no caso de Caxias do Sul) ou em lixões (como ocorre na maioria dos municípios brasileiros). Isso garante uma maior vida útil ao aterro;
- Reduz a poluição ambiental. Uma parte de resíduos descartados vai parar em arroios, represas e áreas verdes, contaminando a água e o solo. Alguns desses materiais demoram muito a se decompor - a garrafa PET leva cerca de 100 anos e a latinha de alumínio, entre 200 e 400 anos;
- Melhora o aspecto visual da cidade, deixando as ruas mais limpas e bonitas;
- Preserva árvores e recursos naturais. A cada mil quilos de papel que são reciclados, 22 árvores deixam de ser cortadas; e cada mil quilos de alumínio reciclado equivalem a 5 mil quilos de bauxita (minério do qual se extrai o alumínio);
- Ajuda pessoas com a geração de emprego e renda. O material separado corretamente e reciclado é entregue a associações de recicladores, que o revendem para as indústrias de reciclagem. Isso garante aos recicladores uma renda mensal, que permite uma vida mais digna. As 13 associações de reciclagem conveniadas à Prefeitura beneficiam diretamente cerca de 600 famílias;
- Contribui com uma mudança de comportamento que vai deixar o planeta mais limpo e melhor. Ou seja, você pode ajudar o mundo com o simples ato de separar o lixo.

Fotos: Vanessa Pedroso

25.04.2017 - Jornal Pioneiro


Os canoístas caxienses que representaram o Brasil no Sul-Americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, na cidade de Paipa - Colômbia, foram destaque na página de Esportes do Jornal Pioneiro - impresso, no dia 25 de abril de 2017. Isadora Ribeiro, Débora Coelho Garcia, Sílvia Letícia Portella e Marcos Scolaro competiram com atletas de seis países.As atletas Débora e Isadora são oriundas do Projeto Remadas Solidárias.



Atividades da semana no Remadas Solidárias

As turmas do Remadas Solidárias vão dar continuidade às atividades de velocidade, praticando o jogo divertido de pega-pega, nesta segunda e terça-feira (24.04 e 25.04). Na quarta (26.04), os professores vão cumprir agenda externa e por isso não haverá aula. Já na quinta, sexta, e sábado (27.04, 28.04 e 29.04), os alunos vão desenvolver atividades de trajeto, praticando voltas na represa.

Programação
Segunda e terça-feira (24.04 e 25.04) – Pega-pega: a atividade consiste em dividir os alunos em equipes e organizar o posicionamento dos caiaques. Será chamado um número de cada vez, e os representantes de cada grupo terão que remar e chegar até o lugar determinado. Pontua a equipe que chegar primeiro
Quarta-feira (26.04) –  Não haverá aula
Quinta, sexta e sábado (27.04, 28.04 e 29.04) –Trajeto: os alunos vão praticar o K4  – três voltas na raia.

Lembramos que no dia 1º de maio, segunda-feira, será feriado e não haverá atividades no Projeto Remadas Solidárias.
Boa semana!

20.04.2017 - Jornal Visão Esportiva


A participação de atletas de Caxias do Sul no Sul-Americano de Canoagem Velocidade em Paipa, na Colômbia, também foi destaque no Jornal Visão Esportiva, de Caxias do Sul, no dia 20 de abril de 2017.  As canoístas Débora Garcia e Isadora Ribeiro são oriundas do Projeto Remadas Solidárias.



19.04.2017 – Jornal Pioneiro




A participação de atletas caxienses no Sul-Americano de Canoagem Velocidade, na Colômbia, foi destaque no Jornal Pioneiro, de Caxias do Sul. Quatro atletas de Caxias do Sul integram a seleção brasileira.  As canoístas Débora Garcia e Isadora Ribeiro são oriundas do Projeto Remadas Solidárias.




A notícia também repercutiu na página do Pioneiro no Facebook





Atividades da semana: testes de velocidade


Com uma proposta descontraída, esta semana os alunos vão realizar testes de velocidade.

Confira a programação:

Segunda a quarta-feira (17.04 a 19.04) – Jogo dos Números: a atividade consiste em dividir os alunos em equipes e organizar o posicionamento dos caiaques. Será chamado um número de cada vez, e os representantes de cada grupo terão que remar e chegar até o lugar  determinado. Pontua a equipe que chegar primeiro.

Quinta-feira (20.04) - Pega-pega: no mesmo esquema da primeira atividade da semana, o jogo é uma oportunidade divertida de avaliar a velocidade dos alunos.

Sexta-feira e sábado, (21.04 e 22.04) - Feriado de Tiradentes.

Foto: Rosa Ana Bisinella

Festa da Família reúne mais de 300 pessoas no Ginásio do SESI


A tradicional Festa da Família realizada no ginásio do SESI-Caxias do Sul ocorreu no último sábado (08.04), reunindo cerca de 300 pessoas. Os alunos das atividades desenvolvidas pelo SESI foram prestigiados pelos professores e familiares, em uma série de apresentações artísticas, e após, se divertiram juntos em uma gincana na quadra de esportes.


William Binsfeld, orientador de atividades físicas do SESI e professor de esportes nos projetos Remadas Solidárias, Florescer, e Esporte para Vida, destaca a importância do evento. “O objetivo deste evento é reunir a família em um momento saudável, onde os pais possam conhecer o cronograma de atividades previstas para o ano inteiro e assim poderem acompanhar mais de perto o desenvolvimento dos filhos, dentro de cada projeto”.


Adriane Andrade, 38 anos, mãe da aluna Beatriz Andrade, 13, do Projeto Remadas Solidárias, participou do momento de integração entre os pais e os alunos. “Minha filha participa do Remadas há três anos e eu sempre acompanho as atividades. É muito bom que ela e outros jovens tenham uma ocupação saudável no turno contrário ao da escola. Isso motiva os pais para cuidarem melhor da saúde, alimentação e melhorar o condicionamento físico. Traz mais responsabilidade para eles e para nós também”, disse. Para Beatriz, “a integração é muito legal, porque nós fazemos atividades com várias pessoas, de outros projetos também, e com as pessoas da nossa família”.

Também integrante do Remadas Solidárias, Maria Bárbara da Silva, 14, destaca alguns pontos positivos do projeto.  “Eu gosto muito do projeto. Participo também há três anos. Aqui a gente aprende a trabalhar em equipe e praticar um esporte se divertindo”, observa.


A próxima Festa da Família será realizada no final do ano, com as apresentações de encerramento de trimestre e também com o levantamento dos objetivos alcançados ao longo de 2017.

CONFIRA MAIS FOTOS DA FESTA DA FAMÍLIA NO SESI


Fotos: Vanessa Pedroso

Caxienses vão representar o Brasil no Campeonato Sul-americano de Canoagem na Colômbia


Meninas vão disputar pela categoria júnior-feminino

Três jovens talentos do esporte caxiense vão representar o Brasil no Sul-americano de Canoagem, que ocorre entre os dias 19 e 23 de abril, na cidade de Paipa, na Colômbia.

Integrantes da equipe da Associação Caxiense de Esportes Náuticos (Acen), Isadora da Rosa Ribeiro, 17, Débora Coelho Garcia, 14, e Sílvia Letícia Portella, 15, se classificaram entre as quatro melhores do país, durante a seletiva na Copa Brasil de Canoagem Velocidade. A quarta atleta é Emilly Schellworth, 17, destaque da cidade de Cascavel, em Curitiba (PR). O evento vai reunir atletas da Colômbia, Brasil, Equador, Argentina, Uruguai, Venezuela e Chile.

Das três caxienses, duas são oriundas do projeto Remadas Solidárias. Para as meninas, a classificação já é sinônimo de sonho realizado: “Quando éramos alunas do projeto, ficávamos assistindo a equipe de Caxias treinar. Agora fazemos parte dela e isso é um sonho”, relata Isadora.

Feliz com a classificação, Débora também reforça o sentimento de satisfação: “Esta é a primeira vez que participo de uma competição assim e tenho certeza que a experiência vai ser boa. Espero dar o meu melhor e trazer uma medalha”, disse. E Sílvia reforça sobre a importância de participar do Sul-americano: “É um dos eventos mais importantes da modalidade e é significativo conseguir essa vaga. É sinal que o trabalho que realizamos aqui está sendo bem executado”.


Jonatan Maia é técnico da equipe caxiense de Canoagem
Jonatan Maia, técnico da equipe caxiense de Canoagem, fala sobre a expectativa e preparação das atletas: “Das quatro classificadas, três são de Caxias. Isso demonstra o trabalho sério e dedicado que todos realizam aqui. Vai ser muito válida esta experiência, para que, futuramente, possam participar de competições ainda mais expressivas. Acredito que elas podem conquistar bons resultados”, disse Maia.

As meninas já estão em Curitiba para iniciar uma fase de treinamento e adaptação, juntamente com a quarta atleta classificada.

No naipe masculino, Marcos Scolaro, 18, vai representar o Brasil pela categoria júnior. Atleta de Caxias, ele treina em Curitiba há três anos.

Saiba mais: Campeonato Sul-americano de Canoagem Velocidade Júnior, Sênior e Paracanoagem


Fotos: Vanessa Pedroso

 
Remadas Solidárias © 2012 | Desenvolvido por Wd Caxias
E-mail