MÉTODO

Realidade de inserção

O Projeto Remadas Solidárias atua na perspectiva de complementar  atividades educacionais, principalmente do sistema de ensino regular. Nesta perspectiva e reconhecendo a incapacidade deste sistema em formar integralmente crianças e adolescentes, atuamos em parcerias principalmente com escolas públicas e entidades que tenham como foco o desenvolvimento através de uma educação completa, humana e que valorize e potencialize  capacidades pré-existentes em cada individuo. Ao constar que o estado não entrega aos cidadãos um sistema de educação eficiente e integral, a Equipe do Projeto Remadas Solidárias, procura minimizar os efeitos desta educação deficitária, principalmente ao que se refere a educação motora e cognitiva. Nossa Missão é o desenvolvimento de crianças e adolescentes através da prática sistemática e contínua da modalidade de Canoagem. Acreditamos que a Educação através da prática esportiva, contribui com a sociedade no desenvolvimento dos jovens. Buscamos estimular o ensino da canoagem aos jovens, de forma que esta prática desenvolva e fortaleça a educação através da prática do esporte. Nossos principais objetivos específicos são: atender preferencialmente escolas públicas e organizações de ensino que possuam Índices de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB baixos, e ensinar e aperfeiçoar os conhecimentos práticos, teóricos e temas secundários relacionados à canoagem, através de 02 aulas semanais.

Turmas

Não criamos distinções entre mais ou menos habilidosos mais capacitados e menos capacitados, ou entre mais novos e mais velhos, e sim criamos oportunidades de que cada individuo busque a superação dos seus limites individuais. As turmas possuem limite máximo de 60 jovens. 

Equipamentos

Utilizamos inúmeros equipamentos (caiaques, canoas, stand up paddle, va’a, botes de rafting, remos de plástico, remos de carbono, barcos de turismo, etc.) diferentes de forma a proporcionar uma experiência aquática motora ampla e diversificada, principalmente com o propósito de que cada jovem experimente, viva e entenda a modalidade de canoagem nas suas múltiplas possibilidades. Podemos beneficiar até 300 jovens, provindos de Instituições de ensino, distribuídas nas mais diversas regiões do município de Caxias do Sul. O Projeto propriamente dito, esta sediado no Centro Esportivo do SESI, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, e utiliza a Represa São Miguel para realizar suas aulas práticas, sendo que os caiaques e demais equipamentos são acondicionados no hangar e em containers. Já as atividades complementares ocorrem nas dependências do Centro Esportivo do SESI. Destacamos que todos os espaços possuem acessibilidade universal a pessoas portadoras de deficiência e obedecem as normas do Programa de Previsão Contra Incêndios – PPCI. 
Atendemos instituições de ensino indicadas pela Secretaria de Municipal de Esporte e Lazer, 4a Coordenadoria Regional de Educação do Estado do Rio Grande do Sul ou instituição que desenvolva atividades com crianças e ou adolescentes em situação de vulnerabilidade social e que tenham baixos IDEB. Com isto, esperamos cooperar com a melhoria dos índices de Desenvolvimento da Educação Básica no município de Caxias do Sul, o que será verificado com o parecer emitido pelas escolas atendidas.
Critérios de seleção das instituições de ensino:

1° – Possuir IDEB baixo. Este índice será fornecido pelas entidades gestoras das instituições de ensino de Caxias do Sul.

2° - Atender instituições de ensino que não sejam ou pouco sejam atendidas por programas esportivos.

3° - Atender instituições de ensino que estejam situadas geograficamente na periferia de Caxias do Sul.

4° - Indicação da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer ou da 4 a Coordenadoria Regional de Educação do Estado do Rio Grande do Sul, respeitando o 1° critério.

5° - Pré-disposição da Instituição de Ensino em participar do projeto e desta forma atuar ativamente no decorrer das atividades e assinar Termo de Compromisso com a ACCAN.

Indicação de critérios de seleção de alunos:

1° - Estar devidamente matriculado e efetivamente estudando, preferencialmente na rede pública de ensino.

2° - Afirmar que possui pré-disposição voltada à prática da Canoagem.

3° - Possuir a autorização dos pais ou responsáveis legais para participar do Projeto.

4° - Apresentar documentação (cópia do RG ou certidão de nascimento, comprovante de residência, cópia do RG do pai, ou da mãe ou ainda do responsável legal e termo de consentimento devidamente assinado pelos pais ou responsáveis legais) para cadastro. Anteriormente ao início das aulas, ocorrerá uma palestra, que servirá como meio de comunicação e informação a cerca do funcionamento do Projeto Remadas Solidárias, e nesta oportunidade será apresentado um vídeo institucional de apresentação do projeto, o qual esta disponível também no site www.remadassolidarias.com.br , ou no youtube. Neste momento teremos a presença dos professores do projeto, no sentido de dirimir dúvidas acerca do funcionamento do Projeto.

A partir da seleção dos participantes do projeto, observando os critérios anteriormente mencionados, os alunos serão subdivididos em 05 turmas de 60 alunos cada. As aulas serão desenvolvidas de acordo o macro Cronograma de Temas anual, o qual é estabelecido antes do início das aulas, estabelecendo uma relação com o calendário escolar, atividades culturais do município de Caxias do Sul, temas relevantes e atuais, entre outros. Este cronograma é possível ser visualizado no site www.remadassolidarias.com.br em Biblioteca. Os planos de aula também estão disponíveis no site, e são elaborados em reuniões semanais (quartas-feiras pela manhã), especificamente desenvolvidas para esta finalidade.

Rotina das aulas

O procedimento para uma aula inicia com o transporte que passa nas escolas para pegar os alunos e levá-los até a sede do projeto, neste transporte há um monitor que auxilia a transportar os alunos de forma segura. Ao chegarem ao projeto os alunos são recebidos pelos professores seguindo uma estrutura pedagógica das aulas que prevêem que ao seu início seja explicado devidamente o que ocorrerá (conteúdo) na aula (introdução). No decorrer das aulas, ocorrerão às atividades propriamente ditas, especificas da modalidade (canoagem) de acordo o plano de aula elaborado pelos professores e
coordenação, envolvendo o tema programado para aquela ocasião, durante serão realizadas as devidas adaptações (desenvolvimento) e correções. Após a aula prática/teórica será servido o lanche para atender as necessidades nutricionais dos alunos. Ao final, será discutido o desenvolvimento da aula, no sentido de que todos os alunos participem e recebam um ‘’feedback ‘’ referente a sua atuação (conclusão). No segundo momento os alunos participarão de oficinas em parceria com o Serviço Social da Indústria- SESI que irão envolver diversos temas e modalidades esportivas previamente organizadas e acompanhadas pelos professores, com a finalidade de ampliar a sua visão dos conteúdos e orientações didáticas, visando o aprimoramento de seu conhecimento global, assim tendo a oportunidade de experimentar técnicas específicas que podem resultar em conhecimentos para uma profissão futura. Ao finalizar a oficina os alunos serão conduzidos até o transporte para serem levados novamente até a escola de sua origem. Esta metodologia já foi utilizada na 1 a edição do Projeto Remadas Solidárias, e mostrou-se bastante eficaz, principalmente no que tange a participação e entendimento da realidade das atividades. Algumas atividades serão desenvolvidas com a participação dos pais e professores dos alunos das Instituições de Ensino participantes.

Conteúdos

Os planos de aula buscam sistematicamente promover e desenvolver a interação das diferenças e o respeito às individualidades, incentivando o acesso de crianças, adolescentes e jovens a canoagem,
promovendo oficinas que envolvem a manutenção de caiaques, artes como a dança, técnica vocal, violão e outras modalidades esportivas, sem qualquer forma de discriminação, trabalhando a percepção, o reconhecimento e a valorização das diferenças. Eles devem atuar em sinergia, desenvolvendo práticas pedagógicas esportivas de forma articulada com as áreas do meio ambiente,
direitos das crianças\adolescentes e educação, e assim, incentivar a autonomia, a cooperação e a corresponsabilidade, através do estímulo a autorreflexão crítica e promover assim, a participação ativa de todos os envolvidos nos processos de ensino e aprendizagem da canoagem. Canoagem: Abrange temas diversos, onde é possível desenvolver conteúdos relacionados às competências cognitivas, relacionais, pessoais e produtivas como à história da modalidade em nível internacional, nacional e regional, modalidades olímpicas, paralímpicas e suas regras, cultura corporal, alimentação, saúde, educação, preservação do meio ambiente e bacias hidrográficas, rios, lagos, lagoas e mares, técnicas da remada, métodos de segurança, preservação e manutenção dos equipamentos esportivos, trabalho em equipe, dinâmicas de grupo, cooperação, gincanas, jogos esportivos, integração, diferenças culturais, autoconfiança, auto- estima e etc. Para aplicação dos planos de aula observa-se o respeito a individualidade e limitações de cada aluno buscando sempre a inclusão, os planos assim como os conteúdos desenvolvidos na primeira edição do projeto podem ser visualizados no site www.remadassolidarias.com.br em biblioteca. Serão oferecidas atividades complementares, posterior as aulas de canoagem, ditas oficinas, através de uma parceria com o Serviço Social da Indústria - SESI; serão elas: artes visuais, dança, técnica vocal, violão, música e outras modalidades esportivas (em outras modalidades esportivas) e música. Oficinas: Como atividades secundárias serão desenvolvidas oficinas que promovam os conteúdos como manutenção de caiaques, manuseio seguro
de ferramentas e produtos de construção, moldes, desenhos, pinturas, limpeza e organização. Artes visuais: ponto, linha, formas geométricas básicas, cor, retrato de marinha, textura tátil, escala, paisagem, figurativo e abstrato. Dança: danças culturais, movimento corporal, ritmos e tempo, espaço, sincronia coreografias e criatividade. Técnica vocal: identificar as notas músicas, potência vocal, teoria musical fundamental, noções de harmonia e estilo. Violão: aprender as cordas e as casas, tablatura e cifra -como interpretar, sequência de acordes com ritmo, ritmo de dois tempos, ritmo de três tempos. Música: compreensão da música como produto cultural e histórico, instrumentos musicais, análise musical, classificação sonora, musical ampliação e repertório, formas de registro;
partituras convencionais, produção e composição. Modalidades esportivas: jogos
e adaptações, regras e técnicas. Por fim, os planos de aula irão contribuir para o desenvolvimento
motor, cognitivo e sócio afetivo de crianças e adolescentes, utilizando a canoagem como veículo potencial de desenvolvimento de habilidades e capacidades motoras. Ocorrerão prioritariamente aulas práticas e teóricas de canoagem de segunda a sábado atendendo 300 crianças e ou adolescentes, duas vezes por semana. A atividade principal do projeto, são aulas práticas de canoagem, tendo atividades secundárias teorias de canoagem, palestras com temas transversais (florestas, clima e água), oficinas de artes, música e outras modalidades esportivas. Também haverão aulas práticas de manutenção dos caiaques, ensinando os jovens a consertarem e construírem caiaques. As aulas terão como prioridade ‘001’’ a segurança dos alunos e professores, obedecendo ao Plano de Segurança já instituído e em execução pela Associação Caxiense de Canoagem. Salientamos que a todos os alunos e professores, será OBRIGATÓRIO o uso de coletes salva-vidas. Assim, ao total, serão constituídas 05 turmas de 60 alunos, com idade de 10 a 18 anos, com a participação de alunos portadores ou não de deficiência. No turno da manhã as atividades iniciarão as 08:00 e terminarão as 11:30, e já no turno da tarde as atividades iniciarão as 13:30 e encerrarão as 17:30. Nas quartas-feiras pela manhã, ocorrerão reuniões pedagógicas de organização dos planos de aula e assuntos gerais, iniciando as 13:30 e encerrando as 17:00. Durante a realização do projeto Remadas Solidárias serão realizadas ações que promovam a divulgação dos resultados alcançados, através de 06 relatórios de resultados com as metas pré-estabelecidas e enviadas aos patrocinadores, apoiadores e parceiros. E o total de 310 relatórios de clipagem enviados semanalmente a patrocinadores, apoiadores do projeto, através do site já existente www.remadassolidarias.com.br e redes sociais, a serem divulgados durante os 24 meses do projeto.

Método de Segurança

O Método de Segurança adotado pelo Projeto Remadas Solidárias, inicia com o processo de formação e capacitação dos professores que atuam neste Projeto, mediante o curso de Treinadores para Canoagem, ministrado pela Confederação Brasileira de Canoagem em parceria com a Solidariedade
Olímpica Internacional e a Federação Internacional de Canoagem, o qual forma, capacita e valida a formação de profissionais para atuarem na modalidade de canoagem, no sentido que estes possam atuar e realizar atividades de salvamento e resgate específico. Assim não é necessária a contratação de salva-vidas, pois os professores do projeto, possuem curso de socorros urgentes e salvamento específico em canoagem devidamente validados e reconhecidos pelas instituições normativas da modalidade. Além da formação e capacitação, o Projeto Remadas Solidárias, possui como norma prioritária o uso incondicional de coletes salva-vidas em todas suas atividades práticas por todos seus integrantes (professores, alunos e visitantes). O colete salva-vidas utilizado, é um equipamento fundamental e de uso indiscutível e obrigatório, sendo que o modelo adotado no Projeto Remadas
Solidárias (Navegar), foi desenvolvido especialmente para iniciação da modalidade de canoagem para jovens e crianças, o qual não limita os movimentos dos seus usuários e ao mesmo tempo oferece total segurança em termos de flutuabilidade. Todas as atividades são planejadas, executadas e acompanhadas pelos professores do Projeto Remadas Solidárias, e estes utilizam no mínimo um barco a motor (descrição: propiciar a retirada dos alunos da água sem machucá-los, e para isso as bordas do barco deve ser lisa e deslizante. Deve possuir motorização com potência suficiente para deslocar-se com rapidez e destreza. Deve possuir casco que viabilize manobras rápidas, seguras e estáveis) para acompanhar o desenvolvimento da execução dos planos de aula, de forma de seja possível instruir ‘’in loco’’ os alunos e assim, realizar as adaptações pedagógicas pertinentes, necessárias e principalmente auxiliar no resgate dos alunos e seus equipamentos (remo e caiaque), no caso de que estes venham a ‘’virar’’ a embarcação durante a atividade prática. Destaca-se que a ‘’virada’’ é uma situação normal e prevista no aprendizado da canoagem, porém necessita ser devidamente acompanhada, para serem permeadas de segurança e naturalidade, conferindo ao aluno, considerável grau de autoconfiança. Neste sentido a disponibilidade de no mínimo um barco a motor, torna-se fundamental para a realização de uma aula de canoagem voltada à iniciação ou ao alto
rendimento. Por tanto, o barco a motor exerce principalmente os seguintes e fundamentais papéis:

01 – Segurança das atividades práticas;

02 – Rapidez e qualidade nos resgates dos alunos e equipamentos (caiaque e remo) do Projeto Remadas Solidárias.

03 – Apoio pedagógico à execução prática das aulas de canoagem. É relevante destacar que compõem o método de segurança, atividades iniciais de adaptação ao meio líquido, pra todos que iniciam no Projeto Remadas Solidárias, as quais ocorrem sobre os olhos atentos dos professores,
em ambiente controlado e conhecido, disponibilizando para isto, no mínimo 01 barco a motor, e desta forma podendo interferir neste processo com o máximo de eficácia e segurança.

Oficinas

Manutenção de caiaques- Conteúdos: manuseio seguro de ferramentas e produtos de construção, moldes, desenhos, pinturas, limpeza e organização. Artes visuais- Conteúdos: ponto, linha, formas geométricas básicas, cor, retrato de marinha, textura tátil, escala, paisagem, figurativo e abstrato. Dança- Conteúdos: danças culturais, movimento corporal, ritmos e tempo, espaço, sincronia coreografias e criatividade. Técnica vocal- Conteúdos: identificar as notas músicas, potência vocal, teoria musical fundamental, noções de harmonia e estilo. Violão- Conteúdos: aprender as cordas e as casas, tablatura e cifra -como interpretar, sequência de acordes com ritmo, ritmo de dois tempos, ritmo de três tempos. Música- Conteúdos: compreensão da música como produto cultural e histórico, instrumentos musicais, análise musical, classificação sonora, musical ampliação e repertório, formas de registro; partituras convencionais, produção e composição. Modalidades esportivas: jogos e adaptações, regras e técnicas.

 
Remadas Solidárias © 2012 | Desenvolvido por Wd Caxias
E-mail