Remar é conjunto de força e equilíbrio

Quando Davi Coelho Garcia fala, já se percebe que ele não é de Caxias do Sul. O menino, nascido no Espírito Santo, conta que já está há três anos no Projeto Remadas. “A melhor parte é poder remar para longe”, diz Davi, que tem 15 anos. Ele conta que mesmo sem nunca ter remado antes, a atividade foi fácil para ele desde o início. “Eu gosto desse esporte, também gosto de natação. Sempre que passa na TV, remadas e natação, eu assisto”, diz o jovem, aluno da Escola Sílvio Stallivieri. Mesmo considerando o esporte fácil, ele diz que é necessário prestar atenção em algumas coisas: “Dominar a técnica é a parte mais difícil. Tem que botar força na remada; é um conjunto de força, equilíbrio, técnica e jogo de perna”, elenca.

 
Remadas Solidárias © 2012 | Desenvolvido por Wd Caxias
E-mail